Menu Lateral
Redes Sociais
Contatos
Email

paulojornalista@uol.com.br

.

.








.

Figura conhecida do rádio em Minas Gerais, o narrador Guilherme Mello é marcado por ‘escorregadas’ durante as transmissões dos jogos do Cruzeiro na emissora 98 FM. Geralmente os vacilos são resultados da confusão com palavras, que levam os colegas e ouvintes às gargalhadas. Mas na noite desta quarta-feira (28), o locutor foi além e abandou a transmissão da partida Ponte Preta x Cruzeiro, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, por causa de uma dor de barriga.Logo nos minutos in.

O 1º turno da eleição no próximo domingo não terá pesquisa de boca de urna para presidente pela 1ª vez desde a redemocratização. O levantamento é aquele realizado com eleitores na porta de suas seções eleitorais e divulgados quando as urnas são lacradas, no dia do pleito, a partir das 17h.Rompendo tradição histórica do Ibope, o Ipec – fundado por ex-executivos da antiga empresa, que fechou as portas em 2.021 – decidiu não enviar pesquisadores às ruas no dia da eleição.O Datafolha, empresa do Gru.

O presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), subiu o tom nesta quarta-feira (28) contra o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Alexandre de Moraes, por abrir apuração sobre o vazamento de investigação sigilosa no gabinete presidencial. “Alexandre, quem vazou foi você. Seja homem, Alexandre, seja homem. Tudo você bota culpa na PF”, disse em transmissão no seu canal do YouTube.Moraes foi o principal alvo de Bolsonaro na live. “Que eleição é essa? O que está acontecendo, T.

.

O jornal holandês De Groene Amsterdammer publicou o testemunho de pessoas que alegam ser vítimas do bispo católico e vencedor do Nobel da Paz em 1.996, Ximenes Belo. O religioso teria começado os abusos sexuais ainda durante a década de 1.980.A publicação afirma ter ouvido vítimas e, ao menos, 20 pessoas com conhecimento dos casos, incluindo testemunhas ligadas ao governo do Timor-Leste, membros da sociedade do país e intees da Igreja Católica.As primeiras menções de investigações a casos relaci.

156 milhões de brasileiros poderão escolher neste domingo(02),seus representantes nas urnas eletrônicas em meio a uma campanha marcada pela polarização entre os dois principais candidatos à Presidência.No entanto, o número do presidenciável será o último com que o eleitor deve se preocupar na hora de votar. Os brasileiros escolherão seus candidatos a outros cargos antes de teclar o número do presidente.A ordem de votação e o número de dígitos para cada cargo são os seguintes:1*Deputado federal: .

.



...................... Notícias Anteriores